Skip to main content

A reabilitação no tratamento do sistema cardiorespiratório

By 13 de dezembro de 2022Fisioterapia respiratória

A reabilitação cardiopulmonar é um conjunto de ações cujo objetivo é melhorar a capacidade funcional do coração, do pulmão e dos músculos e ossos. Ela é indicada para pacientes que possuem problemas cardiovasculares e alguns problemas respiratórios. Esse tipo de tratamento também busca controlar os fatores de risco, os sintomas e a evolução de doenças, melhorando a qualidade de vida do paciente.

O tratamento consiste em atividades físicas com fins terapêuticos, passando também por atividades educacionais e de suporte sob supervisão de cardiologistas, pneumologistas, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e educadores físicos. Por meio da reabilitação cardiopulmonar, os pacientes costumam ter um aumento de sobrevida de 25% a 30% em comparação com aqueles que não fazem o tratamento.

Existem quatro fases da reabilitação cardiopulmonar: fase intra-hospitalar, fase extra-hospitalar I, fase extra-hospitalar II e fase extra-hospitalar III. Cada uma delas tem uma função específica no controle dos fatores de risco do paciente. O tratamento deve ser contínuo durante o estágio inicial, quando ocorrem as práticas de atividade física. As sessões são indicadas de três a cinco vezes por semana.

Os principais benefícios da reabilitação cardiopulmonar são: a melhora da troca gasosa, maior expansão pulmonar, liberação de secreções do pulmão e vias aéreas, desobstrução e limpeza adequada das vias aéreas, combate à dificuldade para respirar e facilitar a chegada do oxigênio em todo o corpo. O procedimento é um excelente aliado na prevenção e cura de doenças respiratórias.

Leave a Reply

(74) 3612-9274